Páginas

O Centro de Estudos


Em 1996, por meio da Portaria nº 336, de 16/1/1996, foi constituída Comissão para instalação do Centro de Estudos da Procuradoria-Geral do Estado, composta pelos procuradores do Estado Cármen Lúcia Antunes Rocha, Alberto Magno Gontijo Mendes e Eduardo de Mattos Paixão. Com o empenho da Comissão, reiniciou-se a publicação periódica da Revista da Procuradoria-Geral do Estado de Minas Gerais

Em homenagem ao Procurador do Estado Celso Barbi Filho, que atuou na Consultoria Jurídica em 2001, o Centro de Estudos passou a denominar-se 'Centro de Estudos Celso Barbi Filho', pela Resolução nº 59/01, de 20/7/2001.

Além da denominação, a Resolução também estabeleceu a atuação dos membros do Centro de Estudos, reafirmando o propósito  do aperfeiçoamento profissional dos Procuradores do Estado e servidores, por meio da promoção de cursos, seminários, workshops e outros, conferindo-lhe, inclusive, a possibilidade de propor aos órgãos competentes da Instituição sugestões para o aprimoramento da atuação profissional de seus membros e servidores, além da responsabilidade da edição da revista, da página da instituição na internet, contribuindo para o fortalecimento da advocacia pública e elevando os padrões técnicos e científicos dos serviços prestados à administração pública.

O Centro de Estudos Celso Barbi Filho integra a estrutura orgânica da Advocacia-Geral do Estado, e tem sua competência expressa no art. 30 do Decreto nº 45.711, de 10 de novembro de 2011, e na Resolução AGE nº 19, de 30 de junho de 2015. O Centro de Estudos é dirigido e composto por Procuradores de Estado designados pelo Advogado-Geral do Estado, dentre os membros da instituição, e auxiliado por servidores administrativos.

O Centro de Estudos é parceiro da REAP - Rede de Escolas de Formação de Agentes Públicos de Minas Gerais.  A REAP reúne escolas de governo e centros de estudos de órgãos públicos federais,  estaduais e municipais, com atuação em Minas Gerais. Seus objetivos são compartilhar conhecimentos e experiências sobre formação de servidores públicos e promover parcerias em ações de educação continuada destinadas a esse público.

Celso Barbi Filho


Celso Barbi Filho foi Procurador do Estado precocemente falecido em um acidente. Nascido em uma família de juristas, foi aluno brilhante, professor, Doutor em Direito Empresarial e um grande estudioso do sistema financeiro nacional. Deixou publicada a obra 'Acordo de Acionistas', a primeira sobre a lei de sociedades por ações.